Quinta, 20 de abril de 2017, 20h00
Tamanho do texto A- A+


Variedades / após ser indiciado

'Se cometi um ato grave, vou responder', afirma Victor Chaves

Sertanejo comentou o indiciamento depois de virar réu em processo por agredir a esposa, Poliana Bagatini



Réu em processo por contravenção penal após de ser acusado de agredir a esposa, Poliana Bagatini, Victor Chaves comentou a respeito do processo na última quarta-feira (19).

 

O sertanejo, aliás, garantiu que não está preocupado com o resultado da investigação.

 

"Não há com o que se preocupar. Se cometi um ato grave, vou responder por isso. Senão, o tempo vai esclarecer. Estou tranquilo com isso porque nunca prejudiquei uma pessoa fisicamente, nunca bati em ninguém", declarou à "Rádio Gaúcha".

 

'TEM GENTE QUE FALA QUE JÁ NOS SEPARAMOS', DIZ SERTANEJO SOBRE ESPOSA


Depois de ter um show cancelado por causa da polêmica, o músico despistou sobre se separar de Poliana.

 

"Quem está envolvido é a minha mulher, mãe dos meus filhos, independente de continuar minha esposa ou não. Tem gente que fala que já nos separamos. Não falo da minha vida particular. O problema é que ela cometeu um ato de me acusar de uma coisa da qual preciso me defender. Não posso deixar isso assim. Isso está sendo devidamente apurado."

 

'NÃO MACHUQUEI NINGUÉM', GARANTE MÚSICO APÓS POLÊMICA


Victor disse que ficou satisfeito após ser indiciado por contravenção penal por vias de fatos e chegou a comemorar o processo.

 

"Para mim, foi uma vitória, pois fui indiciado por vias de fato. Era uma vitória já contada, pois se não fosse, estava errado. Afinal de contas, não machuquei ninguém. Não estou me defendendo, por isso não falei nada no primeiro mês, pois se você é acusado de ter agredido alguém e vai dizer para todo mundo que você não agrediu, fica parecendo óbvio que você está se defendendo. Então, prefiro que a Justiça esclareça isso para ficar claro."



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2013 - Todos os direitos reservados