Terça, 19 de junho de 2018, 10h36
Tamanho do texto A- A+


Polícia / em mt

Homicídios, roubos e furtos diminuem

Os dados são da Coordenadoria de Estatísticas e Análise Criminal da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT) em comparação com o mesmo período de 2017

Mato Grosso apresentou redução de 25,20% nos casos de roubo (quando há violência ou ameaça), 15,18% em furto (quando não tem ameaça ou violência) e 6,22% em homicídio de janeiro a maio de 2018. Os dados são da Coordenadoria de Estatísticas e Análise Criminal da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT) em comparação com o mesmo período de 2017.

Foram registrados nos primeiros cinco meses deste ano 392 homicídios, contra 418 do ano passado. Ou seja, menos 26 assassinatos. No caso de roubo os números caíram de 10.116 mil para 7.567 mil. Os furtos reduziram de 24.078 mil para 20.078 mil.

A Região Integrada de Segurança Pública (Risp) de Cuiabá apresentou redução de 10% nos números de homicídio, caindo de 61, ainda no mesmo comparativo, para 55. Roubo reduziu 35% e furto 27%, passando de 3.899 para 2.519 e 8.645 para 6.297, respectivamente.

A Região Integrada com mais redução nos casos de homicídio foi a de Rondonópolis (218 km de Cuiabá). Seguindo o comparativo, os homicídios caíram de 49 para 26, representando menos 47% no período. Furto reduziu de 955 para 716, ou menos 27%.

Outro exemplo é Juína (737 km da capital). A Risp reduziu em 47% os números de homicídios, passando de 49 para 26. A Região Integrada de Segurança Pública de Vila Rica (1.276 km de Cuiabá) apresentou queda de 41% nos casos de homicídios, caindo de 17 para 10.

A Risp de Várzea Grande também apresentou queda nos índices criminais. De janeiro a maio de 2017 foram 1.407 roubos e 2.693 nos mesmos meses de 2018, o que representa 40% a menos.

O secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, Gustavo Garcia, destaca que o estado conta atualmente com uma política voltada para combater os crimes dolosos (quando há intenção) contra a vida. “Com isso há investimentos por parte do Governo do Estado em áreas importantes de atuação, como na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa, atuação conjunta entre as polícias Militar e Judiciária Civil e fortalecimento de ações repressivas”, pontua.

Garcia ainda enfatiza que os investimentos em áreas operacionais e de inteligência têm tornado mais eficiente a Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), Corpo de Bombeiros e Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Segurança Pública de MT aumenta 23% em investimento

Em Mato Grosso as taxas de roubos, furtos e homicídios diminuíram em 2017 e os investimentos em Segurança Pública cresceram. Enquanto outros Estados fizeram cortes nos orçamentos da área de segurança Mato Grosso aumentou 23%, conforme dados divulgados, em março de 2018, pelo jornal Folha de São Paulo.

Em termos per capita, o gasto do Estado foi de R$ 500 a R$ 600 reais, enquanto Rio de Janeiro, por exemplo, gastou R$ 254. O jornal informou que os números foram consolidados a partir de relatórios do Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público (Siconfi), que são organizados pela Secretaria do Tesouro Nacional com base em informações dos governos estaduais.

Investimento é uma das razões que fazem Mato Grosso estar como um dos estados com menos homicídios. O Governo de Mato Grosso já investiu desde 2015 mais de R$ 5 bilhões (RS 5.045.857.026,79) apenas na Segurança Pública.

Segundo dados do 11º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgados em 2017 pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Mato Grosso é a terceira unidade da federação que mais investiu no setor.

O atual governo estadual, sob a gestão de Pedro Taques, convocou até o momento 3.663 profissionais da Segurança Pública. Além disso, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) tem investido, por exemplo, em viaturas. Até o momento já foram adquiridas mais de mil unidades.

Mato Grosso é um dos sete estados que reduziram homicídios de jovens homens

Mato Grosso está entre os sete estados da federação brasileira que reduziram a taxa de homicídios por 100 mil jovens homens, na faixa etária de 15 a 29 anos. O estado apresentou em 2016 redução de 0,4% em relação a 2015. Os dados foram divulgados pelo Atlas da Violência 2018, produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

As outras unidades federativas que apresentaram redução foram Ceará (CE), Paraíba (PB), São Paulo (SP), Espírito Santo (ES), Amazonas (AM) e Maranhão (MA). O Brasil, por sua vez, que conta com 26 estados e o Distrito Federal (DF), registrou, no mesmo comparativo, elevação de 8%.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados