Segunda, 25 de junho de 2018, 10h03
Tamanho do texto A- A+


Esportes / expectativa

Melhor Copa de Cristiano Ronaldo pode ter desfecho dramático

Cristiano Ronaldo e Portugal terão um jogo crucial contra a seleção do Irã nesta segunda-feira

Site oficial da Fifa

Clique para ampliar

Cristiano Ronaldo e Portugal terão um jogo crucial contra a seleção do Irã nesta segunda-feira, a partir das 15h de Brasília, no Estádio Kaliningrado. Um dos artilheiros da competição, o atacante português é até o momento o melhor jogador desta edição da Copa do Mundo de 2018, mas um fracasso contra iranianos pode dar fim precoce ao belo voo do craque.

A estreia de Cristiano Ronaldo em Copas foi em 2006, na Alemanha, quando tinha 21 anos de idade, ainda na sombra de Luís Figo, ex-jogador do Real Madrid. O atacante marcou um gol e a seleção portuguesa foi eliminada na semifinal pela França por 1 a 0. Na segunda participação, em 2010, na África do Sul, Cristiano chegou já com o rótulo de melhor do mundo, porém a situação física do atacante e o esquema extremamente defensivo de Portugal ofuscaram seu jogo e os portugueses caíram nas oitavas-de-final para a Espanha, por 1 a 0.

Em 2014, no Brasil, o roteiro de Ronaldo foi semelhante ao de 2010: físico abaixo do esperado, vindo de lesão no joelho. No entanto, a participação de Portugal foi ainda pior do que em 2010, perdendo a vaga nas oitavas para a modesta seleção dos Estados Unidos. Os portugueses foram, por fim, humilhados pela Alemanha na estreia com um sonoro 4 a 0.

Diferentemente das últimas duas edições do Mundial, Cristiano Ronaldo chegou à Rússia 100% fisicamente e ainda no auge, apesar dos 33 anos de idade. A mudança de postura dentro de campo, atuando mais como um camisa 9, os dias e jogos de descanso dados por Zinedine Zidane, seu ex-técnico no Real Madrid, contribuíram para esse rejuvenescimento de Ronaldo – que declarou, no último mês, ter idade biológica de 23 anos.

Cristiano foi campeão da Eurocopa de 2016 com Portugal, o que levou os portugueses a serem um dos favoritos entre os emergentes de segundo escalão na Rússia. Entretanto, ninguém previa que o jogador chegaria no auge de seu futebol na Copa 2018, literalmente carregando a seleção portuguesa, assumindo toda a pressão e lutando para salvar o time.

Após marcar três gols contra a Espanha na estreia, o atacante enfrentará uma final particular contra o Irã: a partida representa um confronto direto pela vaga nas oitavas. Uma derrota não apagará o que Cristiano Ronaldo fez individualmente, mas mudará completamente a relevância do feito do português em 2018. Para que a história do gajo seja contada com louros de glória, Portugal precisará de uma vitória ou empate para avançar na Copa.



AVALIE:
0
0
0 Comentário(s).

COMENTE
Nome:
E-Mail:
Dados opcionais:
Comentário:

FECHAR

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

FECHAR
Mato Grosso Notícias © 2018 - Todos os direitos reservados